21.11.06

Com vocês eu termino um sonho.


Há quatro anos era coisa distante; e agora escorre por entre meus dedos e não há mais como segurar. Passou como água de bica.
Vocês me fizeram tão bem quanto ar e vinho =) Vocês me ensinaram a fazer a roda girar mais rápido e também menos depressa. Amém. Meus dias de trabalho viraram poemas, cheios de ansiedade, amor e desejo - do jeito que eu gosto, intenso e com tempo faltando. Meu trabalho e engajamento foram viscerais. O concreto e real sempre existiu e se tornou um pouco menos árduo porque eu sabia que ali, ali estava uma base para a qual eu poderia recorrer. Vocês me fizeram falar.
Mais pérolas infames que brigas; mais preocupações que medo. Uma ansiedade toda junta e uma consciência de que a vida não pode ser feita só de neuroses. Acalmemos. Todos com seus tantos defeitos.

Nós saboreamos todos os momentos; das curtas férias até os que nos reunimos para simplesmente passar uma lista de pendências interminável que se repetia dia após dia. Nós fizemos um trato, de comprometimento; e entre alguns deslizes, fizemos tudo o que nos cabia, terminamos em grande estilo o que nos propusemos a fazer; e iniciamos.
Vocês seguem por aí e eu por aqui, mas eu nunca, jamais, vou esquecer do nome que defendemos até a última gota, Vox. A nossa voz foi aceita por outrem e isso está aqui na minha pele, feito tatuagem.
As minhas expectativas foram superadas. Pegarei meu diploma e sairei andando pela rua, sem lenço, sem nada. Disso vocês nunca duvidaram =D e o que vou esperar de vocês é que sejam mais, mais horizonte distante a cada avenida cruzada e email enviado. Que cada um de nós faça o muito que lhe cabe, sozinho, de agora em diante. E eu tenho certeza, eu farei. Vocês o farão. E só o que eu espero é poder aplaudi-los de pé, numa outra platéia, repleta de orgulho.

Somos Vóxicos, da Voxie. De dialeto próprio. Unimos o útil (nós) ao agradável (nosso modo de lidar); algumas coisas - pode ser até uma dobrinha - vão mudar de lugar, mas seremos os primeiros a saber uns dos outros, sempre que quisermos. Nossa vida é massa; é live. E isso não poderemos esquecer nunca. Porque só assim se vive, tendo na carteira, grandes e bons momentos.

Congrats, friendinhos.
Vocês são estranhos, mas eu gosto pacas.

5 comentários:

Tha disse...

inexplicavel a sensação de realização, de fim, de recomeço, de novo, sempre! esse ano é meu ultimo tb, o 5° de arquitetura, e agoras que ta tão pertinho do fim acabamos por desejar que demore um tempão... ainda bem que certas cosias não mudam nunca!

nath disse...

ai gatona, cada vez que leio um texto assim ou assisto a uma apresentação dá um nó na garganta que nem sei.

acabou :(

Ju disse...

é Bu... é uma coisa louca saber que acabou, que passou... essa sensação é muita coisa pra explicar em palavras... saudade!

pri disse...

Pois eh. Parece esse momento está longe, mas logo logo será minha vez. Mas saiba, o fim dessa história é só o começo de outra.

beijo
saudades

fabricio disse...

A gente termina um sonho e começa uma dezena de outros. Foi maravilhoso, inesquecível =)